Agronegócio gaúcho gera mais empregos em fevereiro

Em fevereiro de 2016, houve ganho de 6.086 postos de trabalho com carteira assinada no agronegócio do Rio Grande do Sul. O saldo do emprego formal celetista no setor é medido pela diferença entre trabalhadores admitidos e desligados. Os dados foram divulgados nesta quinta, 07, pelo Núcleo de Estudos do Agronegócio da FEE.

As atividades agroindustriais, processadoras de matéria-prima agropecuária, foram as principais responsáveis pelo crescimento das vagas formais em fevereiro.

No acumulado de janeiro a fevereiro, o saldo também foi positivo, alcançando 15.185 postos de trabalho. Mesmo com esse crescimento, no comparativo com o mesmo período do ano passado, o resultado é negativo,de -0,3 %.

Os dados completos com os resultados setoriais  e o desempenho dos municípios estão disponíveis no portal da FEE.

 

Sandra Bitencourt- Jornalista

Texto: Núcleo de Imprensa - FEE