FEE apresenta estudo na Comissão de Educação da Assembleia Legislativa

Nesta terça-feira, 03, representantes da Fundação de Economia e Estatística estiveram presentes na Reunião Ordinária da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. O economista da FEE Thomas Kang apresentou o estudo Intensidade de Utilização da Rede Estadual de Ensino, desenvolvido pelo Núcleo de Indicadores Sociais da Fundação. Thomas destacou dados como o percentual de crianças que frequentam escolas ou creches, por grupo de idade, no Rio Grande do Sul, no ano de 2013, e a taxa de abandono nos níveis de Ensino Fundamental e Médio, segundo as Unidades da Federação da Região Sul, em 2014.

Rafael Bernardini (E), Thomas Kang e Tiago Simon

Diante desses dados, a FEE produziu um indicador que demonstra a intensidade da utilização das escolas da Rede Estadual de Ensino. O parâmetro  mostra que a intensidade de utilização das escolas é maior na Região Metropolitana de Porto Alegre e menor na área Norte do Estado. “A diferença entre as regiões do Estado tem relação com a densidade demográfica de cada uma delas e com a migração que ocorre entre as regiões. O indicador desenvolvido pela FEE é um ponto de partida. Ele apresenta pistas para pensar a educação no RS e pensar políticas públicas para o setor. Mas é importante pensar as especificidades de cada região e nós, enquanto pesquisadores da FEE, queremos desenvolver mais estudos e indicadores que possam embasar a tomada de decisões”, salienta Thomas.

Iara Wortmann, Diretora do Departamento de Planejamento da Secretaria Estadual da Educação, parabenizou o projeto da FEE e disse que estudos como este potencializam os projetos e políticas públicas da área de educação do Estado. “As políticas de educação devem ser pautadas em cima de estudos que mostram como está a utilização do espaço das escolas do RS. Nós, enquanto Secretaria de Educação, temos somente dados muito gerais sobre o Estado. Precisamos de mais dados e estudos, e nisso a FEE pode contribuir muito. Um dos nossos problemas atuais é entender, em primeiro lugar, porque os jovens não chegam ao Ensino Médio e, em segundo lugar, porque não permanecem. E sabemos que a FEE pode contribuir com essa análise”, destaca Iara.

A reunião foi coordenada pelo Deputado Tiago Simon, presidente da Comissão, e contou ainda com a presença do Estatístico e Coordenador do Núcleo de Indicadores Sociais da FEE, Rafael Bernardini.

Confira a apresentação completa.

Texto: Núcleo de Imprensa - FEE