FEE divulga nesta terça Carta de Conjuntura de abril

A FEE divulga nesta terça-feira, 14, às 10h, a Carta de Conjuntura de abril. Entre os destaques estão discussões sobre o piso regional do RS e o salário mínimo nacional.

No texto de capa, Piso regional do RS: reajuste e “desorientação espacial”, o economista Tomás Pinheiro Fiori salienta que a natureza jurídica e o objetivo social do piso são inteiramente diferentes dos do salário mínimo nacional e discute o reajuste de 16% concedido ao piso regional do Rio Grande do Sul em 2015. Na contracapa da Carta, o economista da FEE Guilherme Stein aborda o piso regional por suas consequências no trabalho formal/informal no artigo Formalidade e salário mínimo regional.

Os outros textos que integram a Carta de Conjuntura deste mês, escritos por pesquisadores da FEE, são:

Perspectivas da indústria calçadista do RS em 2015 – Silvia Horst Campos;

Países que mais cresceram na pauta de exportações gaúchas, em 2014 – Guilherme Risco;

A indústria brasileira de celulose de mercado: um setor em expansão – Fernanda Queiroz Sperotto;

Evolução das taxas de formação de mestres e doutores no RS – Lívio Luiz Soares de Oliveira;

Instituições financeiras de microcrédito nas regiões brasileiras – Fernando Ioannides Lopes da Cruz;

A queda do preço do petróleo: uma trama saudita? – Ricardo Fagundes Leães.

Texto: Núcleo de Imprensa - FEE