FEE mantém parcerias com mais de 30 instituições estaduais e nacionais

Neste dia 13 de novembro, a FEE completa 43 anos de produção de dados socioeconômicos fundamentais para o planejamento do Estado. Para marcar a data, apresentamos esta matéria especial sobre as parcerias que a Fundação mantém com mais de 30 instituições e órgãos governamentais. Por meio das parcerias são realizados estudos conjunturais e estratégicos, assessorias especializadas, convênios e cooperações técnicas, que se somam aos dados produzidos pela FEE mensalmente no intuito de gerar respostas a problemas atuais do Estado. Para termos uma ideia, só nos últimos dois anos foram firmados acordos com mais de 15 instituições, os quais já estão dando retorno ao Rio Grande do Sul em diversas áreas.

Os trabalhos resultantes das parcerias com a FEE qualificam a compreensão sobre a realidade estadual e apoiam o desenvolvimento de políticas públicas. A FEE trabalha em conjunto com órgãos do Governo do Estado do RS e prefeituras, com instituições de pesquisa nacionais, universidades, empresas e entidades. Na imagem abaixo, confira as parcerias em andamento e posicione o mouse nos logos das instituições para conferir o objetivo de cada acordo. Em várias dessas parcerias, outras instituições também estão envolvidas nos grupos de trabalho para pesquisar os temas, mas destacamos o órgão que coordena o acordo.

Consultoria especializada da FEE ajuda a retratar o Estado

A parceria da FEE com órgãos do Governo do Estado do RS ajuda a fornecer para a sociedade dados atualizados e confiáveis sobre a realidade gaúcha e contribui para a formulação de políticas públicas. São trabalhos que abordam temas como planejamento e desenvolvimento regional, cenários econômicos, finanças públicas, dívida ativa, desenvolvimento econômico e tecnológico, meio ambiente, saúde, educação, turismo, energia renovável, economia criativa. Essas parcerias só são possíveis porque a FEE tem pesquisadores de diversas áreas, que prestam uma consultoria qualificada, fruto de pesquisas na área socioeconômica que são referência em todo o país há mais de 40 anos.

Dentre essas parcerias está o estudo sobre a dívida ativa do Estado, realizado com a Procuradoria Geral do Estado (PGE). Essa análise integra o projeto Recupera+RS, que objetiva qualificar a recuperação de créditos inscritos na dívida ativa judicial e faz parte do Acordo de Resultados do Governo do Estado 2016. Mas o que é a dívida ativa? Na prática, ela é constituída por créditos que o Estado tem para receber, que podem ser tributários, decorrentes do não pagamento de tributos por parte de contribuintes, e não tributários, decorrentes de outras ações em que o Estado passa a ser credor. A análise já realizada pela FEE permite ver como a dívida ativa judicial do Estado está distribuída por setores de atividade econômica e por regiões. Para auxiliar no entendimento desses dados, a FEE também está desenvolvendo um aplicativo que irá permitir que cada Procurador do Estado obtenha rapidamente informações segmentadas e cruzadas, norteando estrategicamente sua atuação.

Outro acordo da FEE com órgão do Governo que tem rendido resultados significativos é o firmado com a Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. A parceria tem o intuito de qualificar o entendimento da realidade ambiental do Estado e seus municípios. Com o acordo, a FEE passou a participar do processo de licenciamento ambiental dos empreendimentos de grande impacto realizado pela Fundação Estadual de Apoio Ambiental (Fepam), como é o caso da construção da UTE Rio Grande, que deve gerar um investimento de R$ 3,3 bilhões na região. Além disso, a FEE participa do Comitê Técnico de Assessoramento da elaboração do Zoneamento Econômico e Ecológico (ZEE) do RS auxiliando nas ações que mapeiam as questões socioeconômicas.

Os acordos com instituições de pesquisa nacionais colaboram para ampliar o conhecimento socioeconômico disponível e articular redes de informação. A FEE tem parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Fundação de Pesquisas Econômicas e Sociais (CEPRO), o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Econômicos (DIEESE) e a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE). A FEE também tem parcerias com universidades, como com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Através desses acordos, os dados produzidos pela Fundação contribuem para a construção de estudos e pesquisas dentro das universidades, além de haver colaboração para desenvolver eventos acadêmicos. No âmbito acadêmico, a instituição também trabalha em conjunto com o Observatório das Metrópoles, monitorando a realidade da Região Metropolitana de Porto Alegre.

A FEE também presta serviços para empresas e entidades. Com o Banrisul, está trabalhando na criação de um indicador antecedente da economia gaúcha. Isso significa que se consegue antecipar as variações econômicas no Estado e apontar, por exemplo, respostas para a saída da economia gaúcha da recessão. A iniciativa é pioneira no Rio Grande do Sul. Para a Secretaria da Fazenda, responsável pelo fornecimento de parte dos dados que se transformarão em variáveis, o indicador pode antecipar a previsão da arrecadação e permitir uma proposta de orçamento mais próxima das receitas futuras. Já para o Banrisul, o indicador deverá auxiliar na alocação de recursos nas diferentes regiões e auxiliar na antecipação de movimentos em gestões de risco.

Segundo o Diretor Técnico da FEE, Martinho Lazzari, para a FEE é uma satisfação e um reconhecimento fazer trabalhos conjuntos com outras instituições do Estado e do país. “Os trabalhos frutos dessas parcerias servem para dar maior eficiência às políticas públicas implementadas. Essas ações permitem que a FEE, com seu quadro qualificado e interdisciplinar, cumpra sua missão principal, que é a de auxiliar no planejamento e desenvolvimento do Estado”, afirma.

A opinião de alguns parceiros sobre a contribuição da FEE

A FEE tem um quadro de pessoal fabuloso e faz as estatísticas das contas estaduais, fundamentais para o planejamento do Estado.

Paulo Rabello de Castro

Presidente do IBGE

A FEE tem um selo de qualidade por realizar uma consultoria técnica, qualificada e de alto nível.

Leandro Augusto Nicola de Sampaio

Procurador-Geral Adjunto do Estado para Assuntos Jurídicos

As informações de que a FEE dispõe são valiosas para que nós, gestores, entendamos a situação econômica do Estado e quais ações devem ser feitas para melhorarmos a qualidade de vida dos gaúchos. Essas informações, por exemplo, contribuíram muito na elaboração do Plano Energético, documento criado pela Secretaria de Minas e Energia, que apresenta um conjunto de diretrizes e propostas para o setor energético, além de apontar os obstáculos que precisam ser enfrentados para um abastecimento de energia continuado e com qualidade, que promova o desenvolvimento econômico e social das diversas regiões do RS.

Lucas Redecker

Secretário de Minas e Energia

Não está no nosso DNA realizar o estudo socioeconômico aprofundado da implantação dos empreendimentos. O convênio com a FEE, que possui especialistas renomados na área, é muito importante nesse sentido. Podemos fazer o que a legislação ambiental preconiza, que é o equilíbrio entre o ecológico e o econômico. Esta parceria dá segurança para a tomada de decisões dos licenciadores dos grandes empreendimentos, como é o caso da UTE de Rio Grande.

Ana Pellini

Secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável

O apoio que recebemos da equipe técnica, extremamente qualificada, da FEE/RS, produziu fatores significativos para o aprimoramento dos critérios e métodos de identificação de famílias em situação de maior vulnerabilidade, com contribuições importantes para se considerar, com equilíbrio, perspectivas econômicas, sociais e humanas, além de contribuir para a gestão do Programa Primeira Infância Melhor, no âmbito estadual e também municipal. Fica, pois o nosso reconhecimento, à relevância do trabalho realizado em pesquisas e demais serviços, pelos quais é merecedora de nossos agradecimentos e admiração.

Francisco A. Z. Paz

Secretário de Estado da Saúde Adjunto

A FEE cumpre um papel muito importante no Estado porque ela sistematiza e organiza todas as informações que dizem respeito à vida social, política, econômica e de desenvolvimento do Estado. E a instituição também é um suporte para que entidades e organizações tenham os dados e as informações necessárias para sua estruturação e seu planejamento. E, além disso, também dá oportunidade de que a sociedade e os governos de todas as áreas consigam ter uma visão de como está distribuída a população, a economia, de como estão distribuídos todos os elementos socioeconômicos no Estado e também permitir aos empreendedores e investidores enxergar onde estão as oportunidades para que seus negócios aconteçam.

José Oltramari

Secretário do Planejamento, Mobilidade e Desenvolvimento Regional

O trabalho da FEE tem sido fundamental e bastante esclarecedor. A equipe da FEE nos aponta conteúdos econômicos e soluções técnicas. O projeto que temos em parceria vai ser profícuo para conhecer a dívida do Estado e saber lidar com ela.

Rafael Orozco

Procurador do Estado e gerente do projeto Recupera+R$

A FEE é uma instituição indispensável para quem busca parcerias para o desenvolvimento econômico e social do Rio Grande do Sul. É um patrimônio que orgulha a todos os gaúchos.

Maria Fernanda Bermudez

Coordenadora do Gabinete de Inovação e Tecnologia (Inovapoa)

Fotos de algumas parcerias firmadas entre 2015 e 2016

Texto e apuração: Gisele Reginato – Jornalista

Infográfico: Gabriela Santos – Designer

Programação multimídia: Israel Cefrin – Publicitário

Texto: Núcleo de Imprensa - FEE