Desigualdade marca a presença de negros no mercado de trabalho

A sociedade brasileira comemora, em 20 de novembro, o Dia da Consciência Negra, data consagrada por representantes e lideranças do movimento negro brasileiro para homenagear Zumbi dos Palmares (1655-1695) e os ideais de liberdade que, simbolicamente, o líder negro representa. A população negra, composta de pretos e pardos, tem uma presença marcante no Brasil, representando cerca de 45,0% da população brasileira – segundo os dados do Censo Demográfico 2000 do IBGE. No entanto, este segmento é alvo de grande discriminação.

Segundo informações da Pesquisa de Emprego e Desemprego na Região Metropolitana de Porto Alegre, os negros representavam somente 14% da População em Idade Ativa e da População Economicamente Ativa em 2007. Esse segmento, contudo, estava sobre-representado no desemprego, uma vez que sua parcela relativa no contingente de desempregados superava sua presença na população – era de cerca de 19%.

Download do texto completo