Emprego doméstico na Região Metropolitana de Porto Alegre em 2014

Síntese Ilustrada

Em 2014, diminuiu o número de empregadas domésticas na Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA), tendência que vem sendo observada desde o ano de 2008. Elevou-se o rendimento médio real por hora das diaristas e das mensalistas com carteira de trabalho. Mais de 80% das mensalistas sem carteira assinada e cerca de 70% das diaristas não contribuem para a Previdência Social. O perfil dessas trabalhadoras era o de mulheres adultas com 40 anos e mais (75,6%), menos escolarizadas — pouco mais da metade das empregadas domésticas não chegou a concluir o ensino fundamental —, cônjuges no domicílio (48,4%) e provedoras da família (41,5%).

Download do texto completo