O Arranjo Produtivo Local (APL) de pedras, gemas e joias do Alto da Serra do Botucaraí – Relatório I

O Arranjo Produtivo Local de pedras, gemas e joias do Alto da Serra do Botucaraí foi identificado e selecionado no âmbito do Projeto de Pesquisa intitulado Estudo de Aglomerações Industriais e Agroindustriais no Rio Grande do Sul, em desenvolvimento no Núcleo de Análise Setorial (NAS) da Fundação de Economia e Estatística (FEE).1 Dentre as 79 aglomerações selecionadas e identificadas segundo a metodologia adotada, 12 foram escolhidas para estudo em detalhe, sob a perspectiva de APLs. Dado que nem toda aglomeração de empresas pode ser a priori classificada como APL, a pesquisa ora referida optou pela denominação mais genérica de “aglomeração” para as distintas concentrações espaciais identificadas na fase inicial da investigação e objeto de posterior estudo de campo. Todavia isso não se aplica no caso específico de Pedras, Gemas e Joias no RS, que é um APL reconhecido enquanto tal pela literatura e consagrado pelas políticas públicas.

Download do texto completo