FEE promove debate sobre as implicações do Mercosul para além da economia

Os desafios do Mercosul ocorrem em diversas áreas, não só na esfera econômica. Esse foi o tema do painel promovido pela FEE na tarde desta quinta-feira (3). As palestras trataram de como o Mercosul potencializa o Brasil e dos desafios da integração digital. O evento é parte do lançamento da segunda edição do Panorama Internacional FEE.

DSCN0151

Da esquerda para a direita, André Reis, Fernando Lara (editor do Panorama Internacional FEE), Martinho Lazzari (Diretor Técnico), Ricardo Leães e Diego Canabarro

André Reis, professor de Relações Internacionais da UFRGS, entende que o Brasil deve investir no Mercosul como um apoio estratégico para a inserção internacional e enumera três fatores principais que faz com que o Mercosul potencialize o Brasil. “Em primeiro lugar, o Mercosul garante ao Brasil uma região. Toda potência média que pretende uma inserção ativa e soberana no sistema internacional precisa resguardar um pouco da região pra si. Ou seja, essa amarração que os países do Mercosul fazem ao Brasil, o Brasil também faz aos países do Mercosul. Então sua liderança se projeta sobre a região e ao mesmo tempo evita o assédio das potências extrarregionais”, explica. O segundo ponto é que o gabarito no Mercosul capacita o Brasil para negociações econômicas e políticas em outras regiões também. O terceiro é que o Mercosul serve como protetor da indústria brasileira. “Para a construção de uma sinergia de produção industrial, de aumento da capacidade produtiva, o Mercosul é estratégico por ser o ‘lugar’ que mais recebe nossos produtos industriais”, acrescenta.

DSCN0161

O professor da UFRGS André Reis avalia que o Mercosul é um dos grandes projetos de Estado do Brasil, maturado desde os anos 1980

Diego Canabarro, assessor do Comitê Gestor da Internet no Brasil, do Núcleo de Informação e Coordenação do .br – NIC.br, tratou da governança da internet. Ele apontou os cenários e desafios para a integração digital. “A gente tem um conjunto de requisitos fundamentais que os processos de integração têm incorporado, relativos à noção de integração digital, como: melhoria da capacidade de tráfego de dados; capacitação e inclusão digital da população para que elas consigam operar as tecnologias e qualificar, por exemplo, o mercado de trabalho; até a dinâmica de reforma burocrática dos estados para que eles consigam gerar estímulo para a livre circulação de fatores de produção e de pessoas através das fronteiras”, aponta.

Diego entende o papel da internet como a tecnologia que tem viabilizado a integração regional, mais do que ocorreu em qualquer outro momento da história da computação e das redes de computador. “As alternativas que estão disponíveis dentro da governança da internet – padrões abertos e padrões fechados, favorecer os donos da infraestrutura de telecomunicações ou os provedores de aplicações, proteger ou não a privacidade, usar a internet como uma ferramenta de promoção da liberdade de expressão ou de proteção dos direitos autorais, etc. – estão em jogo nos processos de integração regional”, exemplifica Diego.

DSCN0168

Diego Canabarro tratou da integração digital como parte inalienável da integração regional

Ricardo Leães, pesquisador em Relações Internacionais da FEE e mediador do painel,  ressalta que o tema do Mercosul é muito importante para o Brasil e que o processo de integração regional na América do Sul ainda tem uma série de desafios. “É preciso que a gente restabeleça o debate para que os países consigam sair da inércia que vem tomando conta do Mercosul nos últimos anos e que o bloco consiga dar conta de seus problemas para avançar no seu objetivo mais claro que é promover uma integração irrestrita na América do Sul, não só da mobilidade de mercadorias e de capitais, mas também na circulação de pessoas”, avalia.

Confira a entrevista com André Reis na segunda edição do Panorama Internacional FEE e acesse as apresentações dos palestrantes:

O Mercosul potencializa o Brasil – André Reis

Governança da internet: cenários e desafios para a integração digital – Diego Canabarro

Gisele Reginato – Jornalista

Texto: Núcleo de Imprensa - FEE